4 passos para colocar sua empresa na internet

Não interessa porque você iniciou seu negócio; Não interessa se a sua ideia é revolucionária; Não interessa se você encontrou um nicho de mercado com enorme potencial; Não interessa nem mesmo se você possui rios de dinheiro para investir. Hoje, se a sua empresa não está na internet, ela não existe. Mas para que isso ocorra, é preciso acertar na tecnologia. No caso de novos negócios - onde definitivamente não há rios de dinheiro - acertar na tecnologia desde o início é indispensável.   Tudo isso parece fácil na teoria, mas é claro que na prática os desafios são grandes. Você sabe que precisa de um site, mas como vai conseguir um? Você ao menos sabe como adquirir um domínio .com ou .com.br para o seu site? E quanto ao servidor de emails? É indispensável, sem dúvidas, mas qual a melhor opção? Onde e como você vai armazenar todas as informações? Quanto isso tudo vai custar? A quantidade de coisas que você precisa saber e os problemas que você pode vir a enfrentar antes mesmo de o seu negócio existir online podem ser assustadoras. Ou não. Tudo depende do tipo de negócio que você tem e dos seus objetivos, mas no geral, toda empresa passa pelos mesmos passos a fim de iniciar suas atividades online. Neste guia, você aprenderá mais sobre cada um deles e se sentirá mais seguro para tomar futuras decisões relativas a tecnologia.

#1 Tudo começa com um domínio!

Sua primeira tarefa é escolher um domínio para o seu negócio. O domínio é a identidade da sua empresa na internet - é o seu "meunegócio.com". Sem ele, nenhum outro serviço, como hospedagem de site ou e-mail corporativo, pode ser contratado. No Brasil, o órgão responsável pela regulamentação dos domínios é o RegistroBR. Qualquer domínio com final .br deve ser registrado lá. Já os domínios com final .com são regulamentados de outra forma e podem ser registrados com menor burocracia, em sites como o GoDaddy. Porém, antes de registrar um domínio é preciso verificar se ele está disponível, ou seja, se nenhuma outra pessoa na internet já possui o direito de uso sobre ele. Se você pesquisar por goingcloud.com.br no Registro BR, por exemplo, perceberá que o domínio está indisponível, pois já foi registrado pela nossa empresa. Assim que encontrar um domínio que lhe agrade e esteja disponível para compra, você pode registrá-lo. Basta criar uma conta no próprio Registro BR ou GoDaddy, reservar o domínio e escolher a forma de pagamento. No geral, o preço gira em torno de R$30,00 por ano. Quando o seu direito sobre o domínio estiver próximo de expirar, você receberá um lembrete de renovação.  

#2 Um bom servidor de hospedagem é fundamental.

Agora que você possui um domínio, já pode contratar um webdesigner para desenvolver o seu site e também um serviço de e-mail corporativo, certo? Errado! Antes de mais nada, é preciso escolher um bom servidor de hospedagem. Recomendamos a redeweb.com.br, ele servirá para armazenar todos os arquivos do seu site - desde fotos até posts no blog. Além disso, é necessário para que qualquer serviço de email corporativo funcione. Existem diversas empresas especializadas no mercado, que oferecem serviços para diferentes necessidades. Entenda o que o seu negócio precisa e pesquise pela melhor opção. Preste muita atenção nos preços e no que é oferecido nos planos de suporte.

#3 Habemus website!

Após registrar um domínio e contratar um serviço de hospedagem, o seu negócio já pode ter um site. Para isso, precisará de um serviço de webdesign. O mercado possui opções para todos os gostos e bolsos: você pode optar por pagar R$2500,00 reais para uma empresa especializada ou encontrar um bom freelancer por R$500,00 em sites como o Workana.

#4 Um servidor de emails que funcione, por favor.

Por último, mas não menos importante, email corporativo. É claro que uma conta gratuita no Gmail ou no Outlook quebra o galho por um tempo, mas se você já registrou o domínio do seu negócio e contratou um serviço de hospedagem, não há porque não adotar uma solução mais profissional. Um endereço de emails @suaempresa.com.br dá muito mais credibilidade ao seu negócio na internet, tanto para clientes quanto para fornecedores e parceiros. Além disso, serviços de email profissional costumam oferecer uma gama maior de ferramentas para negócios, inexistentes em versões gratuitas. O Google Apps for Work é um bom exemplo. Ele oferece uma suíte de aplicativos colaborativa, que funciona na nuvem e inclui email corporativo, armazenamento, agenda e edição de documentos, dentre outros. Tudo isso com possibilidade de gerenciamento centralizado em um único painel de administração, garantindo maior controle sobre as informações vitais da empresa.

Este é só o começo

Ao seguir estes passos, seu negócio estará preparado para começar a gerar valor online. A identidade, criada com o registro do domínio, aliada a um bom site e um bom serviço de email profissional - ambos sustentados por um servidor de hospedagem confiável - garantem a segurança necessária para o início das atividades na internet. Mas este é só o começo! Existem diversas ferramentas disponíveis na internet - algumas gratuitas - que podem potencializar a geração de valor do seu negócio. E-mail marketing, gerenciamento de projetos, gerenciamento financeiro: está tudo lá. Acostume-se a buscar inovação constante para o seu negócio e colherá os frutos rapidamente.
Gabriel Piassetta
Gabriel Piassetta
Entusiasta da tecnologia como transformador da vida humana. Formado em Sistemas de Informação pela UFSC, trabalha na difusão da cultura Cloud Computing afim de aprimorar a produtividade das empresas nacionais.